Lembranças do passado

Recebi hoje um e-mail de um camarada que fez a comissão na CCS/BCAÇ. 2834 comigo, o Luís Neto, a desejar-me festas felizes.

E também recordou-me que no próximo dia 31 de Dezembro, faz 50 anos (!!!) – como o tempo voa, sem darmos por isso -, que estávamos a tomar banho no rio Geba em Buba.

Tínhamos uma amizade forte. Da esquerda para a direita: Grazina (motorista do Comandante, Luís Neto ao meio e eu à direita, em minha casa num almoço quando viemos de férias à Metrópole em 1968.

Hoje, o Luís e eu estamos assim:

 

Camarada Luís Neto

Tive uma notícia que me deixou muito preocupado, referente ao camarada Luís Neto que privou comigo diariamente no dia-a-dia da nossa actividade da Secretaria da CCS do Batalhão.

Telefonei para casa dele na ideia de trocarmos umas larachas e falar-lhe da careca dele e a esposa informou que ele tinha ido hoje para o Hospital de Vila Franca de Xira, dado que se sentiu mal e ainda não sabiam o que se passava.

Espero que tudo não passe de uma situação passageira e… força Luís!

Tínhamos uma amizade forte. Da esq. para a direira: Greazina (motorista do Comandante, Luís Neto ao meio e eu à direita, em minha casa num almoço quando viemos de férias à Metrópole em 1968

Tínhamos uma amizade forte. Da esq. para a direita: Grazina (motorista do Comandante, Luís Neto ao meio e eu à direita, em minha casa num almoço quando viemos de férias à Metrópole em 1968

Nota: Já falei ao telefone com o Luís, estava em casa em convalescença e os exames não ditaram nada de anormal.

Sai cabrito à Luis Neto p’ró jantar e uma lata de manteiga derretida com casqueiro p’rá ceia…!!!…

 

Almoço de confraternização da CCS/B.CAÇ. 2834 – Guiné 1968/69

bandeira320Fui contactado hoje por um camarada da CCS – Flávio Ribeiro – que informou ir realizar-se um Almoço Convívio da Companhia, no próximo dia 21 de Junho, na Quinta da Gracinda Mateus, em Tomar, assim como o respectivo convite para a comparência no evento.

Como estou dependente de boleia dado que não possuo transporte próprio, veremos se poderei ou não deslocar-me. Entretanto, pesquisei na Internet pelo Restaurante e daí retirei imagens e localização do mesmo, isto para o caso de alguém ligado à CCS, que leia este post, estar interessado também na comparência desse Almoço-Convívio.

Informo, desde já, que não me encontro ligado à Organização do mesmo, pelo que os eventuais contactos devem ser canalizados para as vias competentes

flavioribeiro46@sapo.pt  //  Tlm.  918076705

21jun2014_11

[slideshow_deploy id=’287′]

21jun2014_12

21jun2014_13

21jun2014_10

Cerimónia da entrega da Medalha Guiné 1968-69

No passado dia 28 de Maio de 2014, pelas 14:00 horas, no Regimento de Lanceiros 2 (Polícia do Exército), teve lugar uma cerimónia para entrega da Medalha Guiné 1968-69, presidida pelo Exmo. Senhor Comandante da Unidade (Cor), Segundo Comandante (Ten.Cor) e vários Oficias. A ligação desde o contacto telefónico até à data da cerimónia foi sempre efectuada através do Senhor Sargento-Chefe Carlos Marques que teve a amabilidade de ser o cicerone na visita à Unidade e aos seus vários polos de actividade.

Confesso que emocionei-me (coisas da velhice) quando o Exmo. Senhor Comandante colocou a medalha no meu peito pois num flash lembrei-me dos tempos passados com os meus camaradas na Guiné em 68/69 e sem querer, as lágrimas chegaram-me aos olhos. Impossível resistir a este momento, passados que foram 45 anos, tendo o Exmo. Senhor Comandante mencionado “até parece que foi ontem…”. Nem mais. Parecia mesmo que aquele momento tinha sido ontem a saída da Guiné em Novembro de 1969, embora o cenário fosse a Sala do Comando do R.L. 2…

Aqui ficam as imagens desta cerimónia, tiradas por um elemento do Regimento e gentilmente cedidas através do Exmo. Senhor Sargento-Chefe Carlos Marques.

Entrega da Medalha 009-esca_a

Entrega da Medalha 011-esc

Entrega da Medalha 003- esc-a

Entrega da Medalha 004a

Entrega da Medalha 005a

Entrega da Medalha 006-esc_a

Entrega da Medalha 015-esc_a

Dado o meu ciclo de vida estar a chegar ao fim, esta medalha será entregue a uma das minhas netas para recordar, juntamente com este Blogue, o período em que o avô esteve ao serviço das Forças Armadas Portuguesas, no tempo do fascismo salazarista, deslocado na ex-colónia da Guiné-Bissau desde Janeiro de 1968 a Novembro de 1969.

Álbum de Recordações

Consegui encontrar, no fundo de uma gaveta da arrecadação, uma caixa com fotografias que ia enviando à minha esposa (uma em cada aerograma) e todas chegaram ao seu destino, sem falhar.

Gastas pelos 44 anos decorridos desde então, elas são a recordação de tempos vividos na guerra, nos vários locais por onde passei. Todas as imagens foram reveladas e impressas por mim já que tendo sido “nomeado” o fotógrafo oficial da Companhia, entre outras tarefas, tinha um “laboratório” fotográfico dentro da secretaria da CCS, onde revelava as películas 35mm a preto e branco num tanque Patterson e imprimia depois em papel fotográfico através de um ampliador ROWI de 35mm.

Este “laboratório” de campanha, era constituído por uns panos de tenda atados uns aos outros (tipo barraca) encostados a uma das paredes livres e forrado por dentro com plásticos pretos para a luz não entrar dado que tinha de trabalhar em câmara escura. Para as reportagens tinha uma câmara Canon de 35mm e fiz milhares de fotografias e slides (diapositivos). Pena ter perdido grande parte de todo esse trabalho…

O que consegui agora recuperar, publiquei numa Página exclusiva deste Blogue que poderá encontrar clicando AQUI ou no botão ÁLBUM no topo do Blogue.

11/12/2012
Ex-Primeiro Cabo G3
CCS/BCAÇ. 2834

[qr-code]